segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Um princípio chamado ESPERA


No corre-corre do dia-dia nós encontramos pessoas visivelmente apressadas a todo o momento.

O ser humano já não é capaz de ter paciência por esperar algo. Tudo o que querem sempre ter que ser já ou agora. Visando esta impaciência desejo refletir convosco a realidade de um princípio chamado ESPERA.

Quando saímos pela manhã já é normal à impaciência do pessoal no trânsito cada um quer seu espaço sempre visando a sua pressa, com isso acidentes, mortes e tantas outras complicações no dia-dia.

Na verdade em todos os segmentos a pressa tem prejudicado muita gente, pois ninguém mais suporta esperar, atualmente as pessoas discutem em fila de hospital, bancos, supermercados, feira livre, correio, restaurantes e etc.

E esta pressa acelerada tem de alguma forma ocupado também à vida dos evangélicos.

Como?

Nós também queremos tudo na hora basta uma oração e pronto queremos a solução, quando na verdade é Deus e não nós que determinamos o final e o tempo de espera a que estamos propostos.

Vivemos a síndrome do MICROONDAS tudo muito rápido, mas no reino espiritual não deve ser assim.

Vejamos alguns exemplos bíblicos.

Noé teve que esperar o devido tempo para sair da Arca.

José teve que suportar todas as dificuldades e esperar em Deus para ser governador do Egito.

Moisés esperou Quarenta anos para tornar líder dos Hebreus.

Davi esperou cerca de Treze anos para sentar no trono como rei de Israel.

Elias esperou um bom tempo para ser conhecido como o Profeta de Fogo.

Paulo também teve que esperar cerca de quatorze anos para realizar sua chamada Missionária.

Se estes tiveram que esperar sendo sujeitos as dificuldades do mundo de suas épocas porque nós queremos apressar a Deus concernente a nossa vida. Deus sempre tem o melhor para cada um de nós ou lembremo-nos do salmista Davi “Esperei com paciência no Senhor”.

Que em meio a tantas pessoas apressadas neste mundo possamos confiar em Deus e entender que Ele está com o controle-remoto de nossa vida em suas mãos.

Com certeza muito em breve Deus nos dirá chegou a sua VEZ.

Em Cristo/ Júlio Rolin.

2 comentários:

Laudicéia Mendes disse...

Tema sugestivo e atinente às deficiências de uma geração imediatista como a nossa, que insite em acreditar que as realidades espirituais em nada diferem de um "nissin miojo",e por isto forjam o evangelho istantâneo para uma clientela que desconhece este princípio da "ESPERA".
Deus o abençoe meu irmão, abraços á tua família e parceiros deste blog!

julio disse...

Muito boa sua ratificação irmã Laudicéia e nos deixa ainda mais tranqüilo sobre o assunto em pauta e também saber que não estamos sozinhos nesta visão, Mas sabemos que é muito difícil esperar, porém quem confia em Deus espera e lhe tributa glórias sempre e em qualquer circunstâncias.